Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Cuidado Paterno \ Homem \ Artigo

PAIS AINDA NÃO CUIDAM de SEUS FILHOS

Por: Prof. Marcus Renato de Carvalho

Idéias modernas contrastam com práticas antigas

       

 

 A pesquisa "Gênero, trabalho e família" mostra, fundamentalmente, um Brasil em transição entre a tradição e a modernidade nas práticas domésticas, afirmam as organizadoras Clara Araújo e Maria Celi Scalon. Quando confrontados com valores, tanto homens como mulheres se mostram favoráveis à inserção feminina no mercado de trabalho e à divisão do serviço doméstico. No entanto, as tarefas do lar ainda são concentradas nas esposas.

- A idéia central deste trabalho é que, embora os valores sejam modernos, as práticas ainda são antigas. O trabalho doméstico cabe mais à mulher, enquanto ainda é função do homem ir ao banco - diz Celi.

A pesquisa foi feita em novembro e dezembro de 2003. Duas mil pessoas de todo o Brasil responderam ao questionário, com mais de 80 perguntas sobre valores e práticas relacionados ao convívio familiar e à participação feminina no mercado de trabalho.

A investigação é parte do Programa Internacional de Levantamento Social (ISSP, na sigla em inglês), do qual fazem parte 38 países-membros. Até o fim do ano, outra publicação trará os resultados brasileiros comparados aos de outras sete nações (Chile, México, Espanha, Suécia, Portugal, EUA e Japão).
A pesquisa - foi lançada em livro, batizado de "Gênero, família e trabalho no Brasil" (Editora FGV/Faperj).
 
Jornal: O GLOBO
 
Autor: Flávia Oliveira
Editoria: Economia
 
Quatro em cada em dez lares brasileiros são geridos pelo regime de caixa único
21 de junho de 2005
 
                   Destacamos nesta pesquisa a tabela mostrada acima, onde se nota como os homens ainda estão prestando poucos cuidados cotidianos aos seus filhos.   Mesmo, que os pais trabalhem fora durante o dia não se justifica um índice tão baixo de:
 
- "dá comida às crianças";
- "acompanha as atividades escolares";
- "Põe as crianças para dormir"...
 
                    Torna-se necessário mudar esta cultura machista, começando na infância, no lar e na escola...  A nossa Campanha anual de Valorização do Cuidado Paterno visa promover a participação mais efetiva e afetiva do Pai junto à seus filhos.
 
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 


Última atualização: 24/3/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital