Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Cuidado Paterno \ Homem \ Artigo

A GUARDA dos FILHOS: PSICANÁLISE & DIREITO

Por: Lenita Duarte


Ou ainda Estudante de Psicanálise...
 
Ou Trabalha na área de Educação...
 
Ou é separado, divorciado...
 
Ou vive com uma mulher/homem que seja...
 
E ainda vive ou convive, com uma mulher/homem que tem filhos de outros casamentos...
 
Pois é, para esse público que a Tese de Mestrado de uma amiga Psicanalista vai interessar...
 
"A GUARDA DOS FILHOS NA FAMÍLIA EM LITÍGIO - UMA INTERLOCUÇÃO ENTRE A PSICANÁLISE E O DIREITO"
 
E o coquetel de lançamento será no dia 17 de maio às 18h30 no Centro Cultural da Justiça Federal
na Cinelândia, Avenida Rio Branco, nº 241 - Centro do Rio de Janeiro, RJ
 
E estão todos convidados !!!
 
 
SOLANGE NEMÉSIO
 

No livro prefaciado pelo Dr. Rodrigo da Cunha Pereira, advogado, e pela Dra. Vera Pollo, psicanalista, a autora analisa o exercício parental nas situações de impasses e conflitos familiares que têm como desenlace a separação conjugal e o divórcio, nos casos em que os pais recorrem ao judiciário e ao psicanalista para intervir nas questões da guarda e regulamentação de visitas dos filhos. Lenita Duarte apresenta uma abordagem teórica sobre o sujeito do discurso, as noções de pai e de gozo, a Lei e as leis e a instituição familiar, sustentada nos fundamentos da Psicanálise, segundo o percurso de Freud e Lacan, e em diversos conceitos e categorias normativas do Direito de Família, com base na Constituição Federal, no ECA e no novo Código Civil. A partir dessas referências, a autora busca uma interlocução entre esses campos do saber, procurando possíveis contribuições psicanalíticas para os operadores do Direito e vice-versa. Mediante o estudo de cinco casos clínicos, evidencia-se como as disputas judiciais dos pais e familiares repercutem na subjetividade das crianças, levando-as a desencadear os mais variados sintomas.

 

 

Apoio: www.aleitamento.com


Última atualização: 4/8/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital